Mostrando postagens com marcador RESTAURAÇÃO DA IGREJA - PARTE 1. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador RESTAURAÇÃO DA IGREJA - PARTE 1. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Restauração da Igreja - parte 1

Ide, fazei discípulo de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar todas as coisas que vos tenho ensinado. (Mt 28. 19-20)
Quando Jesus Cristo passou por esta terra, deixou aos seus seguidores uma tarefa. Não foi entreter as pessoas. Não foi divertir as pessoas, não foi agradar a sociedade; não foi bajular os poderosos.
O verdadeiro trabalho da Igreja de Cristo neste mundo é anunciar o Evangelho e proclamar as boas-novas de salvação para a Humanidade, através da fé em Cristo Jesus. Essa é a prioridade da igreja. Se em cada templo evangélico existisse uma lista de tarefas, pregar o Evangelho seria a primeira delas.
Mas é isso que os cristãos de hoje estão fazendo ? Nem sempre. Na verdade, alguns deles estão fazendo exatamente o contrário do que a Bíblia recomenda. Uma crise de identidade parece ter começado em muitas igrejas, comunidades, ministérios e denominações. Muitos estão se esquecendo quem são, estão se esquecendo de quem Deus é.
Hoje se fala muito no meio evangélico em "restauração" da igreja. Até parece que a Igreja de Cristo viveu por muitos séculos derrotada e sem forças para resistir ao mal, e somente agora nestes últimos tempos a nova geração descobriu como fazer as comportas dos céus se abrirem e as bençãos e o poder serem derramados sobre os cristãos. Mas se isso fosse mesmo verdade, como ficariam as palavras de Jesus, quando disse: "Edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" ?
É interessante que essa idéia da igreja derrotada aparece também em algumas seitas religiosas, que ensinam ter existido uma época em que Deus lhes revelou que todas as correntes evangélicas e igrejas estavam erradas, e Deus levantou um líder para reerguer a igreja verdadeira.
A igreja de Cristo não precisa ser restaurada, precisa apenas voltar ao primeiro amor, volver às primeiras obras, e aguardar a volta triunfal de Cristo.