Mostrando postagens com marcador QUANTAS MOEDAS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador QUANTAS MOEDAS. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 11 de maio de 2010

QUANTAS MOEDAS ?

Judas negociou seu Mestre por trinta moedas (valor de um escravo). Apenas trinta! Podemos pensar: “Que traição! Isso é revoltante! Jesus era tão Bom, tão Justo, tão Amoroso... como pôde Judas agir daquela forma?”. Se o colocássemos em um tribunal, tendo a qualquer um de nós como juiz, a condenação seria certa por grande traição - e a sentença, a morte. Sem dúvida alguma!

Mas é bom lembrar que somos muito bons para apontar e condenar os erros dos outros, mas muito ruins para encontrar os nossos. É como Jesus disse: vemos o cisco que está no olho do outro, mas não percebemos a trave que está diante dos nossos olhos!

Quantas vezes trocamos Jesus por alguma outra coisa... Quantas vezes nos dizemos discípulos de Jesus mas não nos alimentamos da Sua Palavra, corremos atrás de contos de fadas e delírios espirituais.... E aí, quantas moedas recebemos por isso ? Moedas da euforia ilusória, da atrofia espiritual e da vida cristã débil...

E Ele fez isso para que a nossa vida tivesse sentido, e a vida eterna fosse uma realidade - não para que vivêssemos pensando que o futuro é vagar em outras esferas espirituais. Trinta moedas! O nosso maior problema é não percebemos as moedas. Por isso, não temos noção de por quanto O temos trocado, vendido...

Trocamos nosso Jesus pelas moedas das prioridades profissionais - "afinal, temos que sobreviver";  trocamos Jesus pela moeda da juventude - “Ah, ainda sou muito jovem para pensar nessas coisas... certamente quando estiver mais velho”.

Trocamos nosso Jesus pela moeda do orgulho próprio, simplesmente deixando de trabalhar na nossa Igreja porque nos magoamos com alguém, como se a Igreja pertencesse a homens - líderes ou membros; trocamos o servir ao Senhor Jesus pela moeda do lazer - "afinal, trabalhamos tanto a semana toda, é justo descansar!”.

Muitos de nós conseguimos enviar centenas de piadas através da internet, mas quando recebemos uma mensagem a respeito de Deus, pensamos duas vezes antes de enviar para outras pessoas.

A pornografia passa livremente através das ondas de rádio e TV, mas a discussão pública de DEUS, é suprimida nas escolas e locais de trabalho.

Como podemos estar tão ligados em Jesus no domingo e sermos cristãos invisíveis pelo resto da semana ?

Nos preocupamos com o que as pessoas pensam de nós, mas não nos preocupamos com aquilo que DEUS possa pensar a nosso respeito.

O que nos torna diferentes de Judas? Precisamos ser honestos para reconhecer que temos vendido por uma pechincha aquilo que não tem preço. No passado, foram apenas trinta moedas. Hoje, elas são muitas e é difícil percebê-las.

Portanto, vamos nos arrepender para acertar nossas contas com Jesus, sob o risco de, como Judas, chegarmos ao ponto de dar cabo das nossas vidas... por tão poucas moedas.