Mostrando postagens com marcador APOCALIPSE - O FUTURO REVELADO NA PALAVRA DE DEUS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador APOCALIPSE - O FUTURO REVELADO NA PALAVRA DE DEUS. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

APOCALIPSE - O FUTURO REVELADO NA PALAVRA DE DEUS


 O fim dos tempos e o futuro da humanidade é uma questão que sempre preocupou as pessoas, desde que o mundo existe.
Todos os povos antigos tinham a sua idéia de um final do mundo repleto de catástrofes e desastres. Alguns acreditavam que depois disso o mundo voltaria existir, mais bonito e perfeito; já outros acreditavam que nada mais restaria.
Houve um tempo em que a mania eram as profecias de Nostradamus, feiticeiro francês que mais errou do que acertou. Não se esqueça que as profecias dele eram ambíguas, ou seja, de duplo sentido, podendo ser interpretadas de várias maneiras, ao gosto da pessoa.
Recentemente, se fala muito no “apocalise maia”. Os maias foram um povo que existiu na América Central em épocas antigas; seu calendário, segundo cálculos de estudiosos atuais, terminaria no mundo de 2012, que seria então o fim do mundo. E aí surgem as mais diversas idéias: uns acham que extraterrestres destruirão nosso planeta e a humanidade, outros acham que desastres naturais como terremotos, maremotos e outras coisas mais, acabarão destruindo todas as pessoas.
Não se esqueça do famoso “aquecimento global”, fenômeno que já começa a mostrar seus efeitos: o aumento da temperatura do planeta, causado pela poluição que o homem lança na atmosfera, traz mudanças no clima, que acabam causando outros desastres naturais, como enchentes e secas. Embora algumas pessoas digam que tudo não passa de invenção, outras acreditam que não há mais volta para este fenômeno.
E a Bíblia ? O que ela diz sobre isso ?
O tema das últimas coisas é tratado numa matéria bíblica chamada “Escatologia”. É verdade que existem algumas diferenças em alguns detalhes das crenças das diversas igrejas evangélicas, mas num plano geral, a Bíblia mostra que, após vários sinais do fim dos tempos, acontecerá um fato chamado “arrebatamento da Igreja”: os fiéis a Deus e à sua Palavra, não importa qual a igreja que pertençam, serão levados deste planeta num piscar de olhos, para as mansões celestiais, conforme escreveu o Apóstolo São Paulo na sua 1ª Carta aos Tessalonicensses, capítulo 5:
“Pois o mesmo Senhor (Jesus Cristo) descerá do céu com alarido, e voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus, e os que morrerem em Cristo ressuscitarão primeiro, depois nós, que estivermos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor Jesus nos céus, e assim estaremos sempre com o Senhor”.
Ou seja, os fiéis que estiverem vivos terão seu corpo de carne e osso transformado num corpo de glória, e serão levados para o céu. E os que estiverem mortos, ressuscitarão também num corpo de glória, e serão levados para o céu. Isso tudo num abrir e fechar de olhos, cerca de meio segundo.
O próprio Jesus Cristo prometeu que isso aconteceria, quando falou “virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver, vocês estejam também” (João cap. 14). E ainda, no sermão profético de Mateus 24, quando Cristo disse: “E o Filho do Homem, enviará os seus anjos, que ajuntarão seus escolhidos dos quatro cantos da terra”. O que é mortal será revestido da imortalidade. Os fiéis nunca mais passarão fome, sede, tristeza, doenças velhice e morte. Irão se alegrar na presença de Deus, nas mansões celestiais.
Sabemos que o tempo do arrebatamento está perto, pois o próprio Jesus disse os sinais que aconteceriam (Lc. 21): “muitos virão em meu nome dizendo 'Eu sou o Cristo' (falsos cristos e falsos profetas). Acontecerão guerras e rumores de guerras (guerrilhas), se levantará nação contra nação e reino contra reino (guerras mundiais, já tivemos duas), e haverá em vários lugares grandes terremotos, fomes e pestilências (epidemias); haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu. Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas, e na terra angustia das nações, espantadas pelo barulho do mar e das ondas, homens desmaiando de terror, na expectativa das coisas que acontecerão ao mundo”. Todos esses sinais estão se cumprindo, por isso podemos concluir que a vinda de Cristo para levar seu povo está próxima. Maremotos, terremotos, epidemias, guerras e guerrilhas, tudo nos mostra que Cristo já volta, breve Jesus voltará.
Mas depois deste acontecimento, o mundo não vai acabar. O mundo vai continuar existindo. As pessoas que restarem neste planeta, e serão muitas, irão trabalhar, estudar, continuar suas vidas. Mas numa situação diferente. Além da perturbação social que haverá por causa do desaparecimento dos crentes, existirá grande angústia, conforme Jesus falou, no Evangelho de João, 24.21: “Porque haverá então grande aflição, como nunca aconteceu desde o princípio do mundo até agora, nem nunca acontecerá igual”. Por isso, esse período é chamado de GRANDE TRIBULAÇÃO.
Grandes pragas virão sobre o mundo nesse tempo, conforme lemos no livro que para muitas pessoas só o nome já causa medo: o Apocalipse. Vemos por exemplo os 4 cavaleiros: a fome, a guerra, as feras da terra, e um ditador mundial, o Anticristo, causando a destruição de 25% da humanidade. Vemos nas 7 trombetas sendo tocadas, as seguintes pragas: uma chuva de saraiva e fogo que destruição 30% da vegetação da terra; um tipo de meteroro caindo no mar e transformando em sangue a terça parte dos oceanos, destruindo a vida marinha e milhares de navios; outro objeto caindo do céu, envenenando 30% dos rios e lagos e causando a morte de muita gente; o sol, a lua e as estrelas atingidos, de maneira que a terça parte deles se escureceu; gafanhotos vindo do abismo atormentando as pessoas por 5 meses; 4 anjos comandando um exército de 200 milhões de criaturas, e que matarão uma terça parte da humanidade.
Por fim, nas 7 taças da ira de Deus, lemos de uma praga de feridas nas pessoas, todos os oceanos e rios transformados em sangue como de um morto, o calor do sol aumentando de maneira nunca antes vista, e por fim um grande terremoto, como nunca antes houve igual, de tal maneira que “as cidades das nações caíram”, ou seja, as grandes capitais do mundo.
Depois de tudo isso, disse Jesus que “então se verá o Filho do Homem vindo sobre as nuvens com poder e grande glória”. Cristo voltará a esta terra, em pessoa, não mais como um humilde carpinteiro da Galiléia, mas agora como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, em toda sua glória e poder. Ele derrotará todos os seus inimigos, e vai inaugurar um novo reino, o seu reino, mil anos de paz, um reino que, como disse o profeta Daniel, nunca será destruído, e não passará para outro povo, consumirá todos os outros reinos e será estabelecido para sempre.
E então, acontecerá o Juízo Final, em que todos os mortos, grandes e pequenos, estarão diante do Grande Trono Branco, e serão julgados pelas suas obras. O mar, a morte e o inferno darão os seus mortos, para este grande julgamento, e todos que não estiverem salvos, com seu nome escrito no Livro da Vida serão lançados no lago de fogo e enxofre para sofrer eternamente.
Quanto ao nosso planeta, continuará existindo, como lemos em Ap. 21: “E vi um novo céu e uma nova terra, porque os primeiros já passaram. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas”. Será o fim da História da Humanidade, e o começo da Eternidade.
Este é o fim do mundo tal como a Bíblia, a Palavra de Deus, nos relata. Nem mais, nem menos. Você está preparado ?