sexta-feira, 30 de abril de 2010

BUSCAI-ME E VIVEREIS (PARA FECHAR O MÊS DE ABRIL)

BUSCAI-ME E VIVEREIS
(Manto Profético / Vinho Novo)

Cada vez mais violência, mais maldade na terra
parece que o amor morreu, e a loucura reina
sobre a humanidade.
Jovens acabados,filho abandonados
ao preço do prazer, e decidir apenas os interesses

Onde está a justiça e a vingança ?
Onde está o castigo e a razão?
Por que calas-te, Senhor, e nos esqueces ?
Como podes permitir tamanha dor?

Onde está aquele Deus, o Deus de Elias
que de vez enquanto se deixava ouvir?
quanto tempo falta para Seu Espírito vir?

Néscios como crianças, tolos cachorrinhos
Gostamos de brincar, e de perguntar
o que faz tempo já sabemos.

Deus segue falando, segue ainda respondendo
e aquele que quer ouvir, pode perceber
Sua voz de amor.

Como posso derramar, do meu Espírito
se meus filhos não se voltam para mim,
cinge-te agora como um varão valente,
Eu falarei e tu contestarás a mim

Onde estão aqueles homens como Elias?
que deixaram tudo para Me seguir,
que romperam compromissos com o mundo
só para agradar a mim ?
Onde estão aqueles três que em Babilônia
prefiraram ser queimados a ceder ?
Onde está aquele Daniel que me adorava?
Onde está a santidade de José?
Onde está o menino que matou um gigante?
Onde está o sucessor de Josué?
Onde estão as mulheres dedicadas
como Ester?

Jovens acabados, filho abandonados,
ao preço do prazer, e pagam inocentes
os horrores de outros

Se meu povo se voltasse e me buscasse
renovando assim sua entrega e sua fé,
se Me amassem como eles amam seus caminhos,
e esquecessem os rancores do passado
Eu abriria as janelas dos céus
e da terra, e hoje veria meu poder

Entretanto, repito como antes
buscai-me e vivereis